Câmara finaliza votação de projeto que altera código de trânsito e aumenta validade da CNH de motoristas profissionais

Câmara finaliza votação de projeto que altera código de trânsito e aumenta validade da CNH de motoristas profissionais

A Câmara dos Deputados finalizou na quarta-feira (24) a votação do projeto de lei que promove mudanças no Código de Trânsito Brasileiro. O processo foi encerrado na Casa com a apreciação de destaques ao projeto, aprovado na terça-feira (23).

Os deputados retiraram do texto-base do relator a exigência de que motoristas profissionais sejam submetidos, a cada cinco anos, a exames médicos e avaliações psicológicas. Com isso, esses condutores entram na regra geral, que eleva de cinco para 10 anos o tempo de renovação do documento para motoristas com menos de 50 anos. Agora, a proposta segue para o Senado Federal.

Entre as principais mudanças estabelecidas pelo projeto, está a prorrogação da validade da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e o aumento o número de pontos para suspensão, em razão de multas, do documento.

O texto também exige a obrigatoriedade da cadeirinha para crianças de até 10 anos que não tenham atingido 1,45 m de altura. Elas deverão ser transportadas no banco de trás dos carros. Além disso, a Câmara retirou do projeto o dispositivo que eliminava a multa em caso de descumprimento da regra, proposto pelo governo.

Veja algumas das principais mudanças:

Validade da CNH

O texto aprovado na Câmara aumenta de cinco para 10 anos a validade da CNH para condutores com até 50 anos, inclusive motoristas profissionais.

O prazo de cinco anos continua valendo para os motoristas com 50 anos ou mais e abaixo dos 70 anos.

Motoristas com 70 anos ou mais terão de renovar a CNH a cada três anos

Pontuação

O texto aprovado na Câmara prevê a ampliação de 20 para 40 pontos para suspensão da CNH, mas apenas para motoristas que não cometerem infração gravíssima. Se o motorista foi punido com uma infração gravíssima, o limite cai para 30 pontos. Com duas ou mais infrações do tipo, a pontuação máxima volta a ser de 20 pontos.

O condutor que exerce atividade remunerada terá a suspensão da CNH com 40 pontos, independentemente da natureza das infrações. Se esse condutor quiser participar de curso preventivo de reciclagem quando, em 12 meses, atingir 30 pontos, toda a pontuação da carteira será zerada, segundo o texto. Atualmente, essa possibilidade existe apenas para aqueles com carteiras do tipo C, D ou E que acumularam 14 pontos.

Exame médico

O projeto prevê que os exames médico e psicológico têm de ser realizados por profissionais especialistas em medicina do tráfego e psicologia do trânsito. Médicos e psicólogos terão três anos a partir da publicação da futura lei para conseguir essa especialização.

Exame toxicológico

O projeto estabelece a exigência de exame toxicológico para condutores com carteiras das categorias C, D e E na obtenção ou renovação da CNH e a cada dois anos e meio.

Motoristas com menos de 70 anos também precisarão fazer novo exame depois de dois anos e meio da renovação. O governo diz que isso ocorre para adaptar os prazos em razão das validades diferenciadas da carteira.

Farol baixo

A proposta prevê o uso de farol baixo de dia apenas em rodovias de pista simples, ou em túneis, sob chuva, neblina ou cerração. O condutor que não usar luz baixa de dia só será multado “no caso de o proprietário (do veículo) ser pessoa jurídica e não haver identificação do condutor”. Atualmente, motoristas precisam usar farol baixo durante o dia em túneis com iluminação pública e rodovias.

Cadeirinha

O projeto exige a obrigatoriedade da cadeirinha para crianças de até 10 anos que não tenham atingido 1,45 m de altura. Descumprimento da norma vai gerar infração gravíssima. O texto do governo obrigava o uso do equipamento de proteção para crianças com idade até sete anos e meio e previa que motoristas que descumprissem a regra não seriam punidos.

Motos

Projeto aumenta de sete anos para 10 anos a idade mínima para que crianças sejam transportadas na garupa de motos.

Cadastro positivo

O texto cria o registro positivo de motoristas, que cadastra os condutores que não cometeram infração de trânsito sujeita a pontuação nos últimos 12 meses. União, Estados e municípios poderão usar o registro para conceder benefícios fiscais ou tarifários aos motoristas cadastrados.

Reprovação em exame

O projeto revoga o artigo que diz que, em caso de reprovação no exame escrito ou de direção, o candidato só poderia repetir o exame após o período de 15 dias, contados desde o resultado.

Recall

A convocação de concessionárias para o reparo de defeitos nos veículos — conhecida como recall — passa a ser uma condição para o licenciamento anual do veículo a partir do segundo ano após o chamamento.

Via: GaúchaZH


Porque o Recorra Aqui pode te ajudar a recorrer da sua multa?

Ao contratar os serviços do Recorra Aqui, as suas chances aumentam, uma vez que conhecemos as brechas da lei e as falhas dos órgãos de trânsito, além disso você terá uma defesa 100% personalizada, onde garantiremos o seu amplo direito de defesa para que você continue dirigindo, contando com a melhor assessoria técnica e personalizada sem sair de casa, de forma segura e 100% online, além disso:

  • Todo o esforço é por nossa conta. Nós elaboramos o seu recurso por inteiro. Você não precisa se preocupar.
  • Todos os recursos administrativos cabíveis estão incluídos. Precisou de Defesa Prévia? Vai precisar recorrer à JARI ou ao CETRAN? Nosso objetivo é que você tenha as maiores chances de sucesso e sem ter que pagar a mais por isso.
  • Você não precisa ter nenhum conhecimento de lei ou técnico.
  • Se você tiver dúvidas, é só perguntar à nossa equipe. Você tem acesso a um técnico administrativo para tirar qualquer dúvida que tiver, inclusive pelo WhatsApp, sem custo adicional.
  • Nós conhecemos todos os erros dos órgãos de trânsito que podem ajudar a ganhar o seu  recurso. Sempre que identificamos um destes erros, redigimos um documento técnico para reverter o erro e ganhar o processo.

Finalmente uma maneira rápida, 100% dentro da Lei, feita por uma equipe experiente que vai te ajudar passo a passo a recorrer da sua multa e manter sua CNH.

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato! Faremos uma CONSULTA GRATUITA do seu caso e ficaremos feliz em ajudá-lo. Nosso e-mail é [email protected] e nosso WhatsApp é (14) 99701-4520, ou (11) 95639-9557 podemos e queremos te ajudar!

Também estamos nos seguintes canais:

FacebookInstagramCanal no Youtube

Se você gostou, COMPARTILHE  para mais pessoas saibam como recorrer suas multas de trânsito.

Compartilhe

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.