Como evitar pontos na CNH quando outro condutor dirige seu carro

Como evitar pontos na CNH quando outro condutor dirige seu carro

É cada vez mais comum que duas ou mais pessoas dirijam o mesmo carro, como acontece em muitas famílias brasileiras. Da mesma forma, é comum que o veículo esteja no nome de uma pessoa que quase não o dirige.

LEIA MAIS:
CNH vencida em 2021 não deveria ter renovação adiada?
Benefícios do site do Detran em 2021
Suspensão e cassação de CNH têm novidades no Detran

Utilizemos como exemplo um veículo que esteja no nome do pai, mas é a filha quem dirige na maior parte do tempo. A menina acaba sendo multada por um radar, por excesso de velocidade, e eles perdem o prazo para a indicação do real condutor infrator. O resultado é que os pontos da multa acabam ficando na CNH do pai, que sequer cometeu a infração.

Agora, essa “situação injusta” pode ser facilmente evitada. Basta o proprietário do veículo indicar quem é o principal condutor, para que o responsável pelas possíveis penalidades seja quem realmente utiliza o veículo. Essa indicação é possível por meio do Portal de Serviços do Denatran e pelo Aplicativo da CNH digital.

Quem pode ser indicado como principal condutor?

Indicar o principal condutor do veículo é um procedimento permitido pela Lei nº 13.495, de 2017. O passo a passo é simples, podendo ser efetuado de duas maneiras: por meio do Portal de Serviços do Denatran (pelo site), ou pelo aplicativo da Carteira Digital de Trânsito (CDT).

É importante ressaltar que o proprietário somente poderá indicar um motorista devidamente habilitado na categoria compatível com a do veículo. Tanto o condutor quanto o proprietário também devem ter a CNH digital ativa – para isso, é preciso que tenha sido realizada a validação no próprio aplicativo CDT.

Além disso, ambas as partes envolvidas precisam estar cadastradas no Portal de Serviços do Denatran, requisito para cadastrar-se no app CDT, o que deve ser feito por meio do login no Brasil Cidadão, de Certificado Digital ou do login e senha no próprio Portal.

Para concretizar o processo, é claro, o novo condutor indicado precisa expressar a sua concordância com o procedimento.

Como realizar a indicação do principal condutor?

Caso opte por realizar o procedimento por meio do Portal de Serviços do Denatran, o proprietário do veículo deverá seguir algumas etapas. São elas:

  1. Realizar o login no Portal de Serviços do Denatran;
  2. Procurar as opções “Meus Veículos” / “Selecionar um Veículo” / “Principal Condutor”;
  3. Na página do Principal Condutor, informar o CPF e o número da CNH da pessoa que será apontada como principal condutora do veículo;
  4. Após confirmar a indicação, o sistema enviará um e-mail ao novo condutor – e ele poderá autorizar ou não a indicação.

Como é possível perceber, as etapas são bastante simples, realizadas totalmente online.

Pelo aplicativo Carteira Digital de Trânsito, a indicação do principal condutor é ainda mais fácil. Nesse caso, tanto o proprietário do veículo quando o condutor indicado deverão ter acesso ao app. Para realizar a indicação utilizando o app CDT, será preciso:

  1. Selecionar a opção “Veículos”;
  2. Clicar no veículo para o qual pretende indicar o condutor;
  3. Ao abrir o CRLV digital, clicar no botão com três pontos no canto inferior direito da tela, que mostrará várias opções;
  4. Selecionar a opção “principal condutor”;
  5. Informar o CPF do condutor e efetivar a indicação.

O condutor indicado também deverá autorizar o procedimento, por meio de uma notificação que receberá no aplicativo. E o proprietário tem a opção, no ato da indicação pelo app, de compartilhar o CRLVe com o principal condutor, que o receberá em sua Carteira Digital de Trânsito.

A partir desse momento, o novo condutor será registrado no Renavam para fins de responsabilidade por infrações relacionadas à conduta do motorista ao dirigir.

Feito isso, o motorista somente será excluído do Renavam diante de três possibilidades: quando houver transferência de propriedade do veículo; caso ele ou o proprietário requeiram; e a partir da indicação de outro principal condutor.

Nem todas as multas serão de responsabilidade do condutor indicado

Sem dúvidas, a maior vantagem de realizar a indicação do principal condutor é que, quando ele for autuado pelo cometimento de alguma infração, a penalidade recairá sobre o motorista, e não sobre o proprietário do veículo.

No entanto, é preciso ter atenção: existem algumas multas que sempre serão de responsabilidade do dono do veículo, independentemente de quem esteja ao volante no momento da autuação. Essas multas são referentes à regularidade do veículo, como licenciamento e as suas condições para circulação.

Portanto, transitar com o carro com licenciamento atrasado ou com pneus carecas, por exemplo, que colocam em risco os usuários das vias, é uma responsabilidade do proprietário – e é ele quem será penalizado.

Além disso, outro ponto que precisa de atenção é: ainda que a indicação do condutor principal possa ser realizada, a responsabilidade pelo pagamento da multa sempre será do proprietário do veículo. Apenas os pontos atribuídos ao infrator é que recairão sobre o condutor indicado.

Da mesma forma, é no endereço do proprietário do veículo que as notificações das infrações continuarão chegando.

Condutor indicado poderá realizar a indicação do real infrator

Caso aconteça de não ser o principal condutor quem cometeu a infração, ele ainda poderá realizar a indicação do condutor infrator – procedimento utilizado frequentemente pelos motoristas – pelo próprio aplicativo. Aliás, o condutor poderá até mesmo indicar o proprietário do veículo, caso seja ele o infrator.

Também será possível realizar a indicação do real infrator da forma tradicional, preenchendo o formulário que chega com a notificação ao endereço do proprietário, e enviando ao órgão que realizou a autuação dentro do prazo estipulado – que geralmente é de 15 dias.

Via: UOL


Porque o Recorra Aqui pode te ajudar a recorrer da sua multa?

Ao contratar os serviços do Recorra Aqui, as suas chances aumentam, uma vez que conhecemos as brechas da lei e as falhas dos órgãos de trânsito, além disso você terá uma defesa 100% personalizada, onde garantiremos o seu amplo direito de defesa para que você continue dirigindo, contando com a melhor assessoria técnica e personalizada sem sair de casa, de forma segura e 100% online, além disso:

  • Todo o esforço é por nossa conta. Nós elaboramos o seu recurso por inteiro. Você não precisa se preocupar.
  • Todos os recursos administrativos cabíveis estão incluídos. Precisou de Defesa Prévia? Vai precisar recorrer à JARI ou ao CETRAN? Nosso objetivo é que você tenha as maiores chances de sucesso e sem ter que pagar a mais por isso.
  • Você não precisa ter nenhum conhecimento de lei ou técnico.
  • Se você tiver dúvidas, é só perguntar à nossa equipe. Você tem acesso a um técnico administrativo para tirar qualquer dúvida que tiver, inclusive pelo WhatsApp, sem custo adicional.
  • Nós conhecemos todos os erros dos órgãos de trânsito que podem ajudar a ganhar o seu  recurso. Sempre que identificamos um destes erros, redigimos um documento técnico para reverter o erro e ganhar o processo.

Finalmente uma maneira rápida, 100% dentro da Lei, feita por uma equipe experiente que vai te ajudar passo a passo a recorrer da sua multa e manter sua CNH.

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato! Faremos uma CONSULTA GRATUITA do seu caso e ficaremos feliz em ajudá-lo. Nosso e-mail é [email protected] e nosso WhatsApp é (14) 99701-4520, ou (11) 95639-9557 podemos e queremos te ajudar!

Também estamos nos seguintes canais:

FacebookInstagramCanal no Youtube

Se você gostou, COMPARTILHE  para mais pessoas saibam como recorrer suas multas de trânsito.

Compartilhe

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.