É possível fazer a indicação de condutor depois de o processo administrativo ser encerrado?

Dicas - É possível fazer a indicação de condutor depois de o processo administrativo ser encerrado? - Recorra Aqui - Multas e CNH - administrativo | agente | condutor

É mais do que comum em todo o Brasil, quando um proprietário de veículo acaba sendo surpreendido por autuações não cometidas por ele, sendo necessário que o mesmo faça a indicação de condutor, mas continue figurando como o responsável pelas penalidades da infração de trânsito.

O dono do veículo tem, garantido por direito, a opção de transferir a pontuação recebida pela multa àquele que, de fato, cometeu a infração. Os parágrafos 3º e 7º do art. 257 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) abordam esse tema. Dessa maneira, o proprietário dispões de 15 dias, após a notificação, para a indicação do condutor.

Contudo, existem duas situações que podem ocorrer: ou o proprietário não realiza a indicação de condutor, ou ele faz a indicação, mas mesmo assim o órgão de trânsito não acata a mesma e o dono do veículo acaba assumindo as penalidades da autuação.

Nesse último caso o proprietário tem o direito de proceder a transferência dos pontos da sua CNH para as do real condutor, mesmo com o processo administrativo encerrado. Porém, isto deve ser feito por meio de uma ação judicial.

Desta forma, é permitido declarar o condutor responsável pela infração obrigando o órgão de trânsito a fazer as devidas anotações e levantamento de pontos do prontuário do proprietário.

Acontece que os atos administrativos, incluindo os de autuação de infrações e imposições de multas, obtém presunção relativa de legalidade e veracidade.

É muito comum uma situação onde o proprietário vende o seu veículo e não realiza a formalização da comunicação de venda junto ao Detran. O art. 134 do CTB fala mais sobre o assunto:

“Art. 134. No caso de transferência de propriedade, o proprietário antigo deverá encaminhar ao órgão executivo de trânsito do Estado dentro de um prazo de trinta dias, cópia autenticada do comprovante de transferência de propriedade, devidamente assinado e datado, sob pena de ter que se responsabilizar solidariamente pelas penalidades impostas e suas reincidências até a data da comunicação.”

Entretanto, como já está consolidado o entendimento jurisprudencial do Superior Tribunal de Justiça de que o mencionado dispositivo deve ser mitigado quando restar devidamente comprovado nos autos que as infrações foram cometidas após aquisição do veículo por terceiro, mesmo que não ocorra a transferência, nos termos do art. 134 do CTB, afastando a responsabilidade do antigo proprietário.

Porque o Recorra Aqui pode te ajudar a recorrer de multas de trânsito?

Ao contratar os serviços do Recorra Aqui suas chances aumentam, uma vez que conhecemos as brechas da lei e as falhas dos órgãos de trânsito, além disso você terá uma defesa 100% personalizada, onde garantiremos o seu amplo direito de defesa para que você continue dirigindo, contando com a melhor assessoria técnica e personalizada sem sair de casa, de forma segura e 100% online, além disso:

  • Todo o esforço é por nossa conta. Nós elaboramos o seu recurso por inteiro. Você não precisa se preocupar.
  • Todos os recursos administrativos cabíveis estão incluídos. Precisou de Defesa Prévia? Vai precisar recorrer à JARI ou ao CETRAN? Nosso objetivo é que você tenha as maiores chances de sucesso sem ter que pagar a mais por isso.
  • Você não precisa ter nenhum conhecimento de lei ou técnico.
  • Se você tiver dúvidas, é só perguntar à nossa equipe. Você tem acesso a um técnico administrativo para tirar qualquer dúvida que tiver, inclusive pelo WhatsApp, sem custo adicional.
  • Nós conhecemos todos os erros dos órgãos de trânsito que podem ajudar a ganhar o seu  recurso. Sempre que identificamos um destes erros, redigimos um documento técnico para reverter o erro e ganhar o processo.

Finalmente uma maneira rápida, 100% dentro da Lei, feita por uma equipe experiente que vai te ajudar passo a passo a recorrer da sua multa e manter sua CNH.


Ficou com alguma dúvida? Entre em contato conosco, ficaremos feliz em ajudá-lo.

Se você gostou, COMPARTILHE para que mais pessoas saibam como recorrer de suas multas de trânsito.

Avalie este conteúdo
Compartilhe

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.