Placas de trânsito e seus significados

Dicas - Placas de trânsito e seus significados - Recorra Aqui Blog

O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) em seu Anexo I traz um glossário de conceitos e definições de termos comumente utilizados em toda sua base.

Portanto, nada melhor do que tal anexo, este integrado a Lei nº 9.503/1997, para ter um entendimento melhor das placas de sinalização de trânsito.

Na seções PLACAS e SINALIZAÇÃO o anexo traz as seguintes definições:

“PLACAS – elementos colocados na posição vertical, fixados ao lado ou suspensos sobre a pista, transmitindo mensagens de caráter permanente e, eventualmente, variáveis, mediante símbolo ou legendas pré-reconhecidas e legalmente instituídas como sinais de trânsito.”

“SINALIZAÇÃO – conjunto de sinais de trânsito e dispositivos de segurança colocados na via pública com o objetivo de garantir sua utilização adequada, possibilitando melhor fluidez no trânsito e maior segurança dos veículos e pedestres que nela circulam.”

Portanto, as placas de sinalização são, resumidamente, sinais de trânsito colocados na vertical com o objetivo de transmitir uma mensagem.

A Resolução nº 160/2004 do CONTRAN, Anexo II do CTB, estabelece normas para a implantação do sistema de sinalização de vias. Segundo a mesma, uma sinalização vertical ”é um subsistema da sinalização viária cujo meio de comunicação está na posição vertical, normalmente em placa, fixado ao lado ou suspenso sobre a pista, transmitindo mensagens de caráter permanente e, eventualmente, variáveis, através de legendas e/ou símbolos pré-reconhecidos e legalmente instituídos”.

Qual a finalidade das placas de trânsito?

Em resumo, as placas tem o objetivo de comunicar normas de tráfego, além de outras condutas regulamentadas para o local. Aliás, o próprio glossário do CTB estabelece a sinalização com um órgão regulamentador da via.

“REGULAMENTAÇÃO DA VIA – implantação de sinalização de regulamentação pelo órgão ou entidade competente com circunscrição sobre a via, definindo, entre outros, sentido de direção, tipo de estacionamento, horários e dias.”

Além, é claro, das sinalizações valerem para todos os condutores, elas também abrangem os pedestres e ciclistas que transitam pela via.

Tipos de placas de sinalização

Além de estabelecer normas para a implantação do sistema de sinalização das vias, a Resolução nº 160/2004 do CTB traz consigo também três categorias que classificam as placas de trânsito, são elas: sinalização vertical de regulamentação, de advertência e de indicação.

Sinalização de regulamentação: tem por finalidade informar aos usuários as condições, proibições, obrigações ou restrições no uso das vias. Suas mensagens são imperativas e o desrespeito a elas constitui infração. Um exemplo é a placa de proibido estacionar.

Sinalização de advertência: tem por finalidade alertar os usuários da via para condições potencialmente perigosas, indicando sua natureza. Um exemplo é a placa que indica curva acentuada à direita ou à esquerda.

Sinalização de indicação: tem por finalidade identificar as vias e os locais de interesse, bem como orientar condutores de veículos quanto aos percursos, os destinos, as distâncias e os serviços auxiliares, podendo também ter como função a educação do usuário.

Já quanto as mensagens de caráter informativo ou educativo, subdivide a categoria em cinco grupos: placas de identificação, de orientação de destino, educativas, de serviços auxiliares e de atrativos turísticos.

Placas que todo condutor deve conhecer

Sendo muitas as placas de sinalização de trânsito há um manual para cada tipo delas: Volume I – Sinalização Vertical de Regulamentação; Volume II – Sinalização Vertical de Advertência e Volume III – Sinalização Vertical de Indicação.

Além, é claro, dos igualmente importantes volumes do Manual Brasileiro de Sinalização de Trânsito que aborda, entre outros assuntos, sinalização horizontal, semafórica e de obras e dispositivos auxiliares.

De toda forma, conhecer o máximo possível das placas de trânsito e seus significados é essencial para evitar infrações e conduzir o veículo de maneira mais responsável.

  • Placas de Regulamentação

Dicas - Placas de trânsito e seus significados - Recorra Aqui BlogR-1: Parada obrigatória

A placa de trânsito mais conhecida é a que tem o objetivo de avisar ao condutor que ele deve parar seu veículo ao invés de seguir com ele pela via.

Ela é utilizada em locais em que o simples ato de reduzir a velocidade do veículo não se configura como uma ação segura o suficiente, como por exemplo em um cruzamento sem a presença de um semáforo.

Dicas - Placas de trânsito e seus significados - Recorra Aqui BlogR-2: Dê a preferência

Outra placa bastante conhecida, apesar de gerar muitas dúvidas, é a R-2, que indica de forma muito simples que o condutor dê preferência de passagem para o veículo que vem pela via em que o mesmo pretende entrar ou cruzar.

Em resumo, ela não diz que ali existe uma parada obrigatória – apesar disso ser recomendável –, pois às vezes apenas reduzir a velocidade já é o bastante.

Dicas - Placas de trânsito e seus significados - Recorra Aqui BlogR-4a e R-4b: Proibido virar à esquerda ou à direita

Tais placas existem para proibir uma conversão e seu uso mais comum é para proibir que um veículo vire à esquerda ou a direita cruzando o trânsito de uma avenida movimentada, o que atrapalharia o fluxo de uma e geraria risco na outra.

 

Dicas - Placas de trânsito e seus significados - Recorra Aqui BlogR-6a: Proibido estacionar

Na quadra onde existe esta placa não é permitido estacionar junto ao cordão da rua.

Além desta, outras variações, como a placa R-6b, de estacionamento regulamentado com condições específicas e R-6c, de proibido parar e estacionar.

 

Dicas - Placas de trânsito e seus significados - Recorra Aqui BlogR-19: Velocidade máxima permitida

De acordo com o art. 61 do CTB toda via urbana e rural tem um limite de velocidade estabelecido. Porém, o órgão de trânsito rodoviário pode mudar esses limites por meio das placas do tipo R-19.

 

  • Placas de advertência

Dicas - Placas de trânsito e seus significados - Recorra Aqui BlogA-1a e A-1b: Curva acentuada à esquerda ou à direita

Essas placas advertem o condutor sobre uma curva acentuada adiante para um dos dois sentidos, permitido que o mesmo esteja atento para reduzir a velocidade de forma mais segura.

 

Dicas - Placas de trânsito e seus significados - Recorra Aqui BlogA-20a e A-20b: Declive ou aclive acentuado

Estas placas indicam que, mais adiante na pista em que transita, o condutor se deparará com um declive ou um aclive acentuado.

 

 

Dicas - Placas de trânsito e seus significados - Recorra Aqui BlogA-27: Área com desmoronamento

Esta placa não indica que, necessariamente, o condutor encontrará uma situação, mas sim a possibilidade de uma.

Em áreas com risco de desmoronamento, é preciso que o condutor esteja atento ao risco, dirigindo com a velocidade reduzia ou, até mesmo, pronto para obstruir a via devido a um desmoronamento na mesma.

Dicas - Placas de trânsito e seus significados - Recorra Aqui BlogA-36: Animais selvagens

A placa A-36 adverte a possibilidade de um animal selvagem cruzar a via de forma repentina. Tal placa existe, mais comumente, em rodovias e estradas rurais.

 

 

Dicas - Placas de trânsito e seus significados - Recorra Aqui BlogA-45: Rua sem saída

A placa em questão é clara por si só e indica que o motorista está prestes a entrar em uma via onde não há saída para nenhuma outra rua.

 

 

  • Placas de orientação de destino

Dicas - Placas de trânsito e seus significados - Recorra Aqui BlogTais placas indicam ao condutor a direção que ele deve seguir para chegar ao destino pretendido, como determinado município ou rodovia.

 

 

 

  • Placas de serviços auxiliares

Dicas - Placas de trânsito e seus significados - Recorra Aqui BlogEstas placas indicam aos motoristas que ele encontrará adiante na via em que transita determinado serviço, como por exemplo uma oficina ou hospital.

 

 

 

  • Placas de postos de fiscalização

Dicas - Placas de trânsito e seus significados - Recorra Aqui BlogEstas placas, por sua vez, informam um posto da polícia rodoviário, um posto de pesagem ou um posto de fiscalização fazendária adiante na via.

 

 

 

Sabendo compreender determinadas placas corretamente, o condutor acaba adotando condutas obrigatórias que o advertem em relação a possíveis obstáculos. Além disso, respeitar as placas previne multas e acidentes de trânsito.

Porque o Recorra Aqui pode te ajudar a recorrer de Multas de Trânsito?

Ao contratar os serviços do Recorra Aqui suas chances aumentam, uma vez que conhecemos as brechas da lei e as falhas dos órgãos de trânsito, além disso você terá uma defesa 100% personalizada, onde garantiremos o seu amplo direito de defesa para que você continue dirigindo, contando com a melhor assessoria técnica e personalizada sem sair de casa, de forma segura e 100% online, além disso:

  • Todo o esforço é por nossa conta. Nós elaboramos o seu recurso por inteiro. Você não precisa se preocupar.
  • Todos os recursos administrativos cabíveis estão incluídos. Precisou de Defesa Prévia? Vai precisar recorrer à JARI ou ao CETRAN? Nosso objetivo é que você tenha as maiores chances de sucesso sem ter que pagar a mais por isso.
  • Você não precisa ter nenhum conhecimento de lei ou técnico.
  • Se você tiver dúvidas, é só perguntar à nossa equipe. Você tem acesso a um técnico administrativo para tirar qualquer dúvida que tiver, inclusive pelo WhatsApp, sem custo adicional.
  • Nós conhecemos todos os erros dos órgãos de trânsito que podem ajudar a ganhar o seu  recurso. Sempre que identificamos um destes erros, redigimos um documento técnico para reverter o erro e ganhar o processo.

Finalmente uma maneira rápida, 100% dentro da Lei, feita por uma equipe experiente que vai te ajudar passo a passo a recorrer da sua multa e manter sua CNH.


Ficou com alguma dúvida? Entre em contato conosco, ficaremos feliz em ajudá-lo.

Se você gostou, COMPARTILHE para que mais pessoas saibam como recorrer de suas multas de trânsito.

Compartilhe

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.