Prefeitura de São Paulo começa a fiscalizar carros de aplicativos de transporte

A fiscalização da Prefeitura de São Paulo sobre carros de serviços de transporte como Uber, 99 e Cabify já começou. A medida está prevista no decreto assinado em janeiro pelo prefeito Bruno Covas (PSDB) que definiu as atuais regras para o setor.

Os motoristas precisam ter o Cadastro Municipal de Condutores (Conduapp) para evitar multa de R$ 4.500 e a retenção do carro. O documento é obtido ao final de cursos de treinamento oferecidos por empresas às quais prestam serviços, Centros de Formação de Condutores (CFCs) e instituições credenciadas pelo Departamento de Transportes Públicos (DTP).

Para conseguir o documento, os motoristas precisam ter CNH que indique a realização de atividade remunerada, comprovante de residência e certidão de antecedentes criminais.

A Prefeitura também exigirá um adesivo fora do carro que indique a ligação do transporte com determinado aplicativo, além de foto e nome do motorista na parte interna. Os condutores também precisarão, por fim, do Certificado de Segurança do Veículo de Aplicativo (CSVAPP).

O documento é oferecido pelos aplicativos após uma vistoria com prazos que variam de acordo com o número final da placa. A inspeção avaliará as condições de limpeza e segurança do veículo, mas será cobrada apenas em 2020 para os motoristas se adequarem à regra.

Após a análise do carro, serviços como Uber, 99 e Cabify enviarão as informações aos órgãos municipais, com o objetivo de garantir que somente veículos que reúnam condições de segurança, higiene e limpeza para os passageiros possam atuar no mercado, de acordo com a Prefeitura.

Entre as regras do decreto, estão o limite de oito anos de fabricação para carros cadastrados em aplicativos e a exigência do licenciamento na cidade de São Paulo. De acordo com o jornal Folha de São Paulo, as empresas reconhecem o avanço do decreto, mas criticam o ponto citado.

Segundo elas, a regra que proíbe carros de fora da cidade de atenderem passageiros na capital é equivocada. A Prefeitura, por sua vez, diz que trabalha para proporcionar maior segurança aos passageiros e motoristas do setor.

As informações são da Prefeitura de São Paulo

Porque o Recorra Aqui pode te ajudar?

Ao contratar os serviços do Recorra Aqui suas chances aumentam, uma vez que conhecemos as brechas da lei e as falhas dos órgãos de trânsito, além disso você terá uma defesa 100% personalizada, onde garantiremos o seu amplo direito de defesa para que você continue dirigindo, contando com a melhor assessoria técnica e personalizada sem sair de casa, de forma segura e 100% online, além disso:

  • Todo o esforço é por nossa conta. Nós elaboramos o seu recurso por inteiro. Você não precisa se preocupar.
  • Todos os recursos administrativos cabíveis estão incluídos. Precisou de Defesa Prévia? Vai precisar recorrer à JARI ou ao CETRAN? Nosso objetivo é que você tenha as maiores chances de sucesso sem ter que pagar a mais por isso.
  • Você não precisa ter nenhum conhecimento de lei ou técnico.
  • Se você tiver dúvidas, é só perguntar à nossa equipe. Você tem acesso a um técnico administrativo para tirar qualquer dúvida que tiver, inclusive pelo WhatsApp, sem custo adicional.
  • Nós conhecemos todos os erros dos órgãos de trânsito que podem ajudar a ganhar o seu  recurso. Sempre que identificamos um destes erros, redigimos um documento técnico para reverter o erro e ganhar o processo.

Finalmente uma maneira rápida, 100% dentro da Lei, feita por uma equipe experiente que vai te ajudar passo a passo a recorrer da sua multa e manter sua CNH.

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato conosco, ficaremos feliz em ajudá-lo.

Se você gostou, COMPARTILHE para que mais pessoas saibam como recorrer de suas multas de trânsito.

Compartilhe

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.