Remédios que interferem na direção

Dicas - Remédios que interferem na direção - Recorra Aqui Blog

Em junho a Lei Seca completou 10 anos. As campanhas de conscientização alertam a população sobre os riscos de se dirigir embriagado ou sob o efeito de drogas.

Mas o que muitas pessoas não sabem, é que existem determinados remédios que prejudicam tanto ou mais a capacidade de condução do que o álcool e as drogas.

Os remédios afetam três estruturas essenciais para uma condução segura: a cognitiva, a motora e a sensório-perceptiva. Com a utilização de certos medicamentos, os motoristas podem aumentar o tempo de resposta, que idealmente é de 0,75 segundo, e correm o risco de se envolverem em acidentes.

A sensibilidade para os efeitos colaterais pode variar de pessoa para pessoa. Cabe ao condutor evitar a ingestão de medicamentos sem receita e tomar bastante líquido durante o tratamento. Os analgésicos, antitussígenos e relaxantes musculares, por sua vez, interferem na direção em graus diferentes, dependendo da reação do corpo do motorista. Em casos de dúvidas, é recomendado dirigir com atenção e parar o carro caso haja a sensação de tontura ou outros efeitos colaterais.

Analgésicos

Efeitos colaterais: Euforia, sedação, vertigem, diminuição da concentração e da capacidade cognitiva, passividade.

Recomendações: Dirigir com cuidado devido aos efeitos colaterais. Percebendo qualquer sinal diferente, deve-se interromper a direção.

Antitussígenos

Efeitos colaterais: Euforia, sedação, vertigem, diminuição da concentração e da capacidade cognitiva com menos intensidade do que os analgésicos.

Recomendações: Dirigir com cuidado devido aos efeitos colaterais. Percebendo qualquer sinal diferente, deve-se interromper a direção.

Antidepressivos

Efeitos colaterais: Sedação pronunciada, problemas de acomodação, hipotensão, fadiga, vertigens, alterações do comportamento.

Recomendações: Não dirigir nas primeiras semanas de tratamento.

A depressão pode afetar a capacidade de dirigir. O tratamento pode, então, melhorar a atenção e a coordenação psicomotora dos pacientes motoristas. Nem todos os antidepressivos afetam a capacidade de dirigir.

Anti-histamínicos

Efeitos colaterais: Sedação, ansiedade, insônia, parestesia, alterações da visão, alucinações.

Recomendações: Não dirigir durante o tratamento com anti-histamínicos de primeira geração. O risco é menor nos de segunda geração. Nesse caso, o ideal é dirigir com cuidado.

Relaxantes musculares

Efeitos colaterais: Euforia, sedação, vertigem, diminuição da concentração e da capacidade cognitiva, passividade.

Recomendações: Dirigir com cuidado devido aos efeitos colaterais. Percebendo qualquer sinal diferente, deve-se interromper a direção.

Antidiabéticos

Efeitos colaterais: palpitações, náuseas, alterações na visão; agressividade, alucinações, tonturas, hipoglicemia e alteração do comportamento.

Recomendações: o motorista só deve conduzir quando a glicemia estiver controlada e ou quando estiver ciente do nível de insulina a ser aplicado sem causar efeitos colaterais.

Antiepiléticos

Efeitos colaterais: sonolência, confusão, perda de memória e concentração, letargia, diminuição da capacidade psicomotora.


Recomendações: o motorista só deve ser liberado para dirigir após um ano de tratamento sem apresentar crises.

Porque o Recorra Aqui pode te ajudar a recorrer da multa da Lei Seca?

Ao contratar os serviços do Recorra Aqui suas chances aumentam, uma vez que conhecemos as brechas da lei e as falhas dos órgãos de trânsito, além disso você terá uma defesa 100% personalizada, onde garantiremos o seu amplo direito de defesa para que você continue dirigindo, contando com a melhor assessoria técnica e personalizada sem sair de casa, de forma segura e 100% online, além disso:

  • Todo o esforço é por nossa conta. Nós elaboramos o seu recurso por inteiro. Você não precisa se preocupar.
  • Todos os recursos administrativos cabíveis estão incluídos. Precisou de Defesa Prévia? Vai precisar recorrer à JARI ou ao CETRAN? Nosso objetivo é que você tenha as maiores chances de sucesso sem ter que pagar a mais por isso.
  • Você não precisa ter nenhum conhecimento de lei ou técnico.
  • Se você tiver dúvidas, é só perguntar à nossa equipe. Você tem acesso a um técnico administrativo para tirar qualquer dúvida que tiver, inclusive pelo WhatsApp, sem custo adicional.
  • Nós conhecemos todos os erros dos órgãos de trânsito que podem ajudar a ganhar o seu  recurso. Sempre que identificamos um destes erros, redigimos um documento técnico para reverter o erro e ganhar o processo.

Finalmente uma maneira rápida, 100% dentro da Lei, feita por uma equipe experiente que vai te ajudar passo a passo a recorrer da sua multa e manter sua CNH.

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato! Faremos uma CONSULTA GRATUITA do seu caso e ficaremos feliz em ajudá-lo. Nosso e-mail é [email protected] e nosso WhatsApp é (14) 99701-4520, podemos e queremos te ajudar!

Se você gostou, COMPARTILHE para que mais pessoas saibam como recorrer de suas multas de trânsito.

Compartilhe

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.