Remédios que interferem na direção

Dicas - Remédios que interferem na direção - Recorra Aqui - Multas e CNH - atrapalham | condução | direção

Em junho a Lei Seca completou 10 anos. As campanhas de conscientização alertam a população sobre os riscos de se dirigir embriagado ou sob o efeito de drogas.

Mas o que muitas pessoas não sabem, é que existem determinados remédios que prejudicam tanto ou mais a capacidade de condução do que o álcool e as drogas.

Os remédios afetam três estruturas essenciais para uma condução segura: a cognitiva, a motora e a sensório-perceptiva. Com a utilização de certos medicamentos, os motoristas podem aumentar o tempo de resposta, que idealmente é de 0,75 segundo, e correm o risco de se envolverem em acidentes.

A sensibilidade para os efeitos colaterais pode variar de pessoa para pessoa. Cabe ao condutor evitar a ingestão de medicamentos sem receita e tomar bastante líquido durante o tratamento. Os analgésicos, antitussígenos e relaxantes musculares, por sua vez, interferem na direção em graus diferentes, dependendo da reação do corpo do motorista. Em casos de dúvidas, é recomendado dirigir com atenção e parar o carro caso haja a sensação de tontura ou outros efeitos colaterais.

Analgésicos

Efeitos colaterais: Euforia, sedação, vertigem, diminuição da concentração e da capacidade cognitiva, passividade.

Recomendações: Dirigir com cuidado devido aos efeitos colaterais. Percebendo qualquer sinal diferente, deve-se interromper a direção.

Antitussígenos

Efeitos colaterais: Euforia, sedação, vertigem, diminuição da concentração e da capacidade cognitiva com menos intensidade do que os analgésicos.

Recomendações: Dirigir com cuidado devido aos efeitos colaterais. Percebendo qualquer sinal diferente, deve-se interromper a direção.

Antidepressivos

Efeitos colaterais: Sedação pronunciada, problemas de acomodação, hipotensão, fadiga, vertigens, alterações do comportamento.

Recomendações: Não dirigir nas primeiras semanas de tratamento.

A depressão pode afetar a capacidade de dirigir. O tratamento pode, então, melhorar a atenção e a coordenação psicomotora dos pacientes motoristas. Nem todos os antidepressivos afetam a capacidade de dirigir.

Anti-histamínicos

Efeitos colaterais: Sedação, ansiedade, insônia, parestesia, alterações da visão, alucinações.

Recomendações: Não dirigir durante o tratamento com anti-histamínicos de primeira geração. O risco é menor nos de segunda geração. Nesse caso, o ideal é dirigir com cuidado.

Relaxantes musculares

Efeitos colaterais: Euforia, sedação, vertigem, diminuição da concentração e da capacidade cognitiva, passividade.

Recomendações: Dirigir com cuidado devido aos efeitos colaterais. Percebendo qualquer sinal diferente, deve-se interromper a direção.

Antidiabéticos

Efeitos colaterais: palpitações, náuseas, alterações na visão; agressividade, alucinações, tonturas, hipoglicemia e alteração do comportamento.

Recomendações: o motorista só deve conduzir quando a glicemia estiver controlada e ou quando estiver ciente do nível de insulina a ser aplicado sem causar efeitos colaterais.

Antiepiléticos

Efeitos colaterais: sonolência, confusão, perda de memória e concentração, letargia, diminuição da capacidade psicomotora.


Recomendações: o motorista só deve ser liberado para dirigir após um ano de tratamento sem apresentar crises.

Porque o Recorra Aqui pode te ajudar a recorrer da multa da Lei Seca?

Ao contratar os serviços do Recorra Aqui suas chances aumentam, uma vez que conhecemos as brechas da lei e as falhas dos órgãos de trânsito, além disso você terá uma defesa 100% personalizada, onde garantiremos o seu amplo direito de defesa para que você continue dirigindo, contando com a melhor assessoria técnica e personalizada sem sair de casa, de forma segura e 100% online, além disso:

  • Todo o esforço é por nossa conta. Nós elaboramos o seu recurso por inteiro. Você não precisa se preocupar.
  • Todos os recursos administrativos cabíveis estão incluídos. Precisou de Defesa Prévia? Vai precisar recorrer à JARI ou ao CETRAN? Nosso objetivo é que você tenha as maiores chances de sucesso sem ter que pagar a mais por isso.
  • Você não precisa ter nenhum conhecimento de lei ou técnico.
  • Se você tiver dúvidas, é só perguntar à nossa equipe. Você tem acesso a um técnico administrativo para tirar qualquer dúvida que tiver, inclusive pelo WhatsApp, sem custo adicional.
  • Nós conhecemos todos os erros dos órgãos de trânsito que podem ajudar a ganhar o seu  recurso. Sempre que identificamos um destes erros, redigimos um documento técnico para reverter o erro e ganhar o processo.

Finalmente uma maneira rápida, 100% dentro da Lei, feita por uma equipe experiente que vai te ajudar passo a passo a recorrer da sua multa e manter sua CNH.

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato! Faremos uma CONSULTA GRATUITA do seu caso e ficaremos feliz em ajudá-lo. Nosso e-mail é [email protected] e nosso WhatsApp é (14) 99701-4520, podemos e queremos te ajudar!

Se você gostou, COMPARTILHE para que mais pessoas saibam como recorrer de suas multas de trânsito.

Avalie este conteúdo
Compartilhe

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.