Suspensão CNH: o que faz o motorista perder a carteira

Suspensão CNH: o que faz o motorista perder a carteira

A suspensão da carteira de motorista é uma das penalidades mais temidas pelos condutores, estipulada pelo Código de Trânsito Brasileiro (o CTB). Isso porque, dependendo do que a causou, o motorista pode ficar até 2 anos sem poder dirigir.

LEIA MAIS:
Mudanças para PJ: multas e prazos de recursos
CNH: Motivos que podem levar a cassação ou suspensão
Com qual pontuação o motorista perde a CNH em 2021?

Existem duas formas que podem levar à suspensão da CNH: quando o condutor atinge o limite de pontos em 12 meses, ou quando ele comete uma infração que tenha essa penalidade já estipulada como consequência (as chamadas infrações autossuspensivas).

Embora a suspensão seja uma penalidade temporária, ela causa enormes transtornos na vida dos motoristas – que devem mudar toda sua rotina diária após receber esse tipo de sentença.

Suspensão de CNH - Suspensão CNH: o que faz o motorista perder a carteira - Recorra Aqui - Multas e CNH - carteira de motorista | Infrações Autossuspensivas | suspensão da CNH

Infrações que causam a suspensão da CNH

Uma das formas de sofrer a suspensão da habilitação é pelo acúmulo de pontos. Logo, ao atingir o limite de pontos estipulado para os 12 meses, o motorista pode ter a sua carteira suspensa. O limite de pontos, que passou por alterações com a Nova Lei de Trânsito (em vigor desde abril deste ano), ficou estabelecido da seguinte maneira – conforme o artigo 261 do CTB:

  • limite de 40 pontos, para o condutor que não cometer nenhuma infração de natureza gravíssima em 12 meses;
  • limite de 30 pontos, para o condutor que cometer uma infração de natureza gravíssima em 12 meses; – limite de 20 pontos, para o condutor que cometer 2 ou mais infrações gravíssimas em 12 meses.

Como é possível perceber, o limite de pontos está diretamente relacionado ao número de infrações gravíssimas que o motorista cometer dentro do período de 12 meses. Ao atingi-lo, a CNH poderá entrar em um processo de suspensão.

No entanto, ainda existe uma maneira “mais fácil” de o condutor ter a habilitação suspensa: pelo cometimento de infrações autossuspensivas – aquelas que preveem a suspensão da CNH como penalidade. São, ao todo, 20 infrações que estipulam essa consequência, e elas estão entre as mais perigosas descritas no CTB.

Exemplos de autossuspensivas são: Lei Seca; excesso de velocidade em mais de 50% acima da máxima permitida; dirigir ameaçando pedestres, disputar corrida, conduzir motocicleta sem utilizar capacete com viseira etc.

Condutor pode ficar 2 anos com a CNH suspensa

Para cada um dos casos em que a CNH pode ser suspensa (limite de pontos ou cometimento de autossuspensivas), o CTB estipula, no artigo 261, os prazos em que o motorista deverá cumprir a penalidade.

Nesse caso, quando a habilitação for suspensa pelo limite de pontos, o condutor poderá ficar sem dirigir por um período que varia de 6 meses a 1 ano. Porém, se houver reincidência no período de 12 meses (ou seja, se ele voltar a atingir o limite de pontos), o prazo de suspensão irá aumentar para entre 8 meses a 2 anos.

Já quando o condutor comete uma infração autossuspensiva, a autoridade de trânsito responsável pela aplicação da penalidade poderá estipular um prazo de suspensão que varia entre 2 a 8 meses. Nos casos em que o condutor reincidir nesse tipo de infração, no período de 12 meses, esse prazo irá aumentar para 8 a 18 meses.

No entanto, existem infrações autossuspensivas que já vêm com o prazo de suspensão estipulado. É o caso da Lei Seca, por exemplo. O condutor que soprar o bafômetro e o resultado apontar alguma quantidade de álcool em seu organismo, poderá ter a CNH suspensa por 12 meses.

Suspensão de CNH - Suspensão CNH: o que faz o motorista perder a carteira - Recorra Aqui - Multas e CNH - carteira de motorista | Infrações Autossuspensivas | suspensão da CNH

Como o tempo de suspensão é definido

Como o tempo de suspensão, quando não é previamente estipulado pela infração, varia (de 6 meses a 1, pelo acúmulo de pontos, ou de 2 a 8 meses, pelo cometimento de autossuspensivas), é a autoridade de trânsito que deve decidir por quanto tempo o motorista deverá ficar sem dirigir.

Para isso, alguns aspectos são levados em conta, entre eles: a gravidade da infração, as circunstâncias em que foi cometida e os antecedentes do infrator.

Por essa razão, o condutor deve sempre procurar manter uma boa conduta no trânsito, cometendo o mínimo de infrações possíveis, já que o seu histórico enquanto motorista poderá influenciar o período estipulado para a suspensão.

Quem pode aplicar a penalidade de suspensão?

Antes de a Nova Lei de Trânsito (Lei nº 14.071/2020) entrar em vigor em todo o Brasil – em abril de 2021 – apenas o Detran do estado em que a CNH do condutor foi registrada é que podia aplicar a penalidade de suspensão. No entanto, Nova Lei alterou as estipulações do parágrafo 10º do artigo 261 do CTB, que trata sobre a suspensão por infração autossuspensiva.

Assim, desde abril deste ano, o órgão que realizar a autuação por uma infração autossuspensiva, além de ficar responsável pelo recolhimento da multa, também deverá abrir o processo administrativo de suspensão. Com isso, a responsabilidade pela abertura do processo de suspensão deixa de ser apenas dos Detrans, mas passa a ser extensiva a todos os órgãos que podem autuar motoristas por essas infrações.

É o caso da Polícia Rodoviária Federal, por exemplo. Além de executar a fiscalização do trânsito nas rodovias e estradas federais, ela poderá aplicar a penalidade de suspensão diante de infrações autossuspensivas, como a Lei Seca.

É importante ressaltar que o Detran continuará sendo responsável pela abertura do processo de suspensão diante dos seguintes casos: quando a penalidade é aplicada pelo acúmulo de pontos, ou quando a autuação por infração autossuspensiva tiver sido efetuada pelo próprio Detran.

Condutor deverá passar pelo curso de reciclagem

Além de cumprir o período de suspensão definido pela autoridade de trânsito, o condutor autuado também deverá realizar o curso de reciclagem para voltar a dirigir. Nesse caso, será preciso cumprir 30 horas/aula da parte teórica do curso de formação de condutores e, posteriormente, ser aprovado no exame (acertando 70% da prova).

Em alguns estados brasileiros, os motoristas podem realizar o curso de reciclagem no modo EAD (Ensino a Distância). Além disso, o curso pode ser realizado ao longo do período em que o condutor estiver cumprindo com a suspensão. Assim, quando o seu prazo encerrar, ele já terá a aprovação na reciclagem e poderá recuperar mais rapidamente a sua CNH.

Porque o Recorra Aqui pode te ajudar a recorrer de suas multas?

Ao contratar os serviços do Recorra Aqui, as suas chances aumentam em obter êxito nos recursos de infrações auto suspensivas, uma vez que conhecemos as brechas da lei e as falhas dos órgãos de trânsito, além disso você terá uma defesa 100% personalizada, onde garantiremos o seu amplo direito de defesa para que você continue dirigindo, contando com a melhor assessoria técnica e personalizada sem sair de casa, de forma segura e 100% online, além disso:

  • Todo o esforço é por nossa conta. Nós elaboramos o seu recurso por inteiro. Você não precisa se preocupar.
  • Todos os recursos administrativos cabíveis estão incluídos. Precisou de Defesa Prévia? Vai precisar recorrer à JARI ou ao CETRAN? Nosso objetivo é que você tenha as maiores chances de sucesso e sem ter que pagar a mais por isso.
  • Você não precisa ter nenhum conhecimento de lei ou técnico.
  • Se você tiver dúvidas, é só perguntar à nossa equipe. Você tem acesso a um técnico administrativo para tirar qualquer dúvida que tiver, inclusive pelo WhatsApp, sem custo adicional.
  • Nós conhecemos todos os erros dos órgãos de trânsito que podem ajudar a ganhar o seu  recurso. Sempre que identificamos um destes erros, redigimos um documento técnico para reverter o erro e ganhar o processo.

Finalmente uma maneira rápida, 100% dentro da Lei, feita por uma equipe experiente que vai te ajudar no passo a passo para recorrer de multas e manter sua CNH.

Avaliação Gratuita – Clique aqui

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato! Faremos uma CONSULTA GRATUITA do seu caso e ficaremos feliz em ajudá-lo. Nosso e-mail é [email protected] e nosso WhatsApp é (14) 99701-4520, ou (11) 95639-9557 podemos e queremos te ajudar!


Também estamos nos seguintes canais:

FacebookInstagramCanal no Youtube

Se você gostou, COMPARTILHE  para mais pessoas saibam como recorrer suas multas de trânsito.

Avalie este conteúdo
Compartilhe

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.