Transporte de Equinos em Rodovias

Sem classificação - Transporte de Equinos em Rodovias - Recorra Aqui Blog

Neste artigo vamos falar sobre como você deve transportar seus cavalos nas rodovias, afim de evitar multas extremamente pesadas.

O criador de equinos precisa estar atento as regras e procedimentos para realizar o transporte de seus animais. Essas são exigências do Ministério da Agricultura, da Pecuária e do Abastecimento por meio do Decreto nº 5.741 de 30 de março de 2006 e que, se tais regras não forem obedecidas, resultam em multas pesadas.

Quem precisa transportar animais, como cães, gatos, bovinos, suínos ou equinos. precisa estar atento aos quesitos exigidos pelos órgãos reguladores, e prestar atenção nas normas de segurança e, principalmente, ter cuidados especiais ao longo da viagem, visando preservar a integridade física, saúde e segurança dos animais.

Quais as regras para transportar equinos?

As regras são estabelecidas para preservar a segurança, mas também para controlar a disseminação de doenças com maior eficiência. Para cumprir a legislação, é exigido do proprietário ou do transportador a Guia de Trânsito Animal (GTA) e a certidão zoo sanitária que é emitida para o trânsito interestadual de animais.

 

Resultado de imagem para transporte de equinos

 

Para obter a Guia, o proprietário precisa cadastrar o equino no Serviço de Inspeção Municipal. Depois, é hora de encaminhar o processo na agência de defesa animal do seu estado. O documento é fornecido gratuitamente.

Como transportar equinos no Rio Grande do Sul

No Rio Grande do Sul, também é preciso que o exame de Anemia Infecciosa Equina dê negativo, exceto para animais criados para abate ou menores de seis meses de vida. Caso os cavalos estejam a caminho de alguma competição, o certificado de vacinação da gripe também é um fator indispensável.

Isso serve para que o animal que estiver com indicações de mormo, doença debilitante dos equinos, que produz nos cavalos rinite e grande secreção de muco, além de dilatação e endurecimento das glândulas da mandíbula inferior, não transmita ao homem doenças, por isso a importância de precauções.

Para que o transporte seja seguro, o cavalo também deve apresentar um certificado de que não possui a doença.

Como transportar equinos no Paraná

Já no estado membro do Paraná, o exame de mormo deve ser apresentado independentemente de que estado o cavalo esteja vindo, de acordo com a Defesa Agropecuária do Paraná.

Se o estado membro de origem do transporte estiver com indícios desta doença infecciosa, o trailer será apreendido para a fiscalização obrigatória e a carga será lacrada.

Além do exame de mormo, deve-se averiguar também os exames de Anemia Infecciosa Equina. Sem essas providências, os animais não podem entar em solo paranaense.

Como transportar equinos em São Paulo

No estado de São Paulo, os requisitos para que haja um transporte seguro e correto é a apresentação do GTA (Guia de Transporte Animal), além dos exames de mormo e Anemia Infecciosa Equina.

 

Resultado de imagem para transporte de cavalos

 

Como transportar equinos no Mato Grosso do Sul

A Defesa Sanitária do Mato Grosso do Sul exige, além do exame de Anemia e o Guia de Transporte Animal (GTA), o certificado de vacinação contra a gripe para todos os casos de trânsito do estado membro.

Como transportar equinos no Distrito Federal (DF)

É o estado membro menos rigoroso em relação a exigências para o transporte animal, principalmente de equinos.

Este estado exige apenas o Guia de Trânsito Animal (GTA), para a circulação no distrito e o exame de Anemia Infecciosa Equina dando negativo.


Os criadores de cavalos precisam estar devidamente informados sobre estas e outras recomendações, para que a viagem transcorra sem maiores problemas.

Saiba também como transportar animais domésticos clicando aqui.

Para outras duvidas, entre em contato. Para qualquer problema, Recorra Aqui!

 

Compartilhe

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.